Toques de Capoeira

Os toques de capoeira são responsáveis por determinar como o jogo de capoeira ocorrerá, alguns toques deram origem a estilos metódicos e específicos de capoeira, contudo todos eles descendem da mesma origem sendo ela inicialmente a Capoeira primitiva que hoje chamamos de Angola onde temos seu mais ilustre representante Mestre Pastinha e outros a Capoeira Regional , instituída por Mestre Bimba.
Os toques são diferenciados especialmente nos berimbaus através das batidas na corda do instrumento "Arame de aço" e a pressão com o dobrão no momento da batida, elas podem ser representadas assim: Arranhado, Preso, Solto; Entre esses toques podemos citar:

Angola - É o toque principal da Capoeira Angola, consiste em um toque lento, melódico, arrastado no atabaque e no pandeiro; Alguns estudiosos dizem que existe uma variação mais rápida do toque chamada de Angolinha, contudo o toque não se modifica apenas e tocado de forma mais rápida, levando o jogo a ficar mais perigoso.

São Bento Pequeno - É um toque cadenciado, também um pouco lento, pode ser utilizado para acompanhar o toque de angola no berimbau médio em rodas tradicionais de Capoeira Angola, é também utilizado para um estilo de jogo São Bento Pequeno.

São Bento Grande de Angola - Também  chamado de toque de Regional por alguns grupos de capoeira, é um toque mais acelerado com batidas firmes no berimbau e atabaque.

São Bento Grande de Bimba - É considerado por alguns Mestres mais antigos como o hino da Capoeira Regional, é um dos toques criados por Mestre Bimba, esse é executado mais acelerado com batidas firmes.

Iúna - Esse toque foi instituído por Mestre Bimba para formados, na época não era permitido aos calouros ou alunos que ainda não tinham se formado, hoje durante esse toque só permitido mestres jogar, é chamado dessa forma jogo de mestres, contudo em alguns casos é aberta exceções para contra mestres e professores.

Cavalaria - Era o toque utilizado pelos capoeiristas para avisar quando a polícia montada estava chegando pois, na época a prática da capoeira era proibida por lei, esse toque foi inspirado no som do trote da cavalaria.

Santa Maria - Era o toque usado quando se jogava com a navalha no pé, esse toque era usado também em um jogo de alta destreza onde o objetivo dos jogadores era pegar um caxixi, moedas e ou dinheiro no centro da roda somente com a boca.

Benguela e ou Banguela - É um toque cadenciado, inicialmente introduzido para acalmar os ânimos dos jogadores, hoje utilizado especificamente para o jogo de Benguela, atualmente existe uma discussão sobre a existência de uma diferença entre as duas palavras apesar de o toque ser o mesmo, a Banguela teria sido criada por Mestre Bimba e a Benguela teria sido recriada por Mestre Camisa juntamente com o estilo de jogo de Benguela muito popular a partir da década de 1990.

Amazonas - É um toque festivo, utilizado em comemorações e eventos para saudar Mestres, visitantes e seus respectivos alunos de outros grupos, por alguns Mestres é considerado o hino da capoeira.

Idalina - É um toque de batida parecido com São Bento Grande de Bimba porem mais lento um pouco, utilizado para apresentações com facas e facões segundo alguns Mestres, também pode ser utilizado para jogo com navalha.

Samango - Segundo alguns estudiosos foi criado por Mestre Canjiquinha, o toque da enfase a acústica da cabaça com a barriga, é utilizado para um jogo lado a lado dondo origem a chapa de lado.

Lamento - Toque fúnebre utilizado em  funerais de capoeiristas, em homenagem e honra aos feitos em vida.

Miudinho - Toque cadenciado porem mais rápido um pouco, criado por Mestre Suassuna, é especifico para o jogo de miudinho.

Samba de Roda - É toque especifico da roda de samba para o capoeirista, no atabaque segue o ritmo do samba e acompanha o berimbau.
  

 

Copyright

Av. Nossa Sra. do Carmo, 562, Centro, Betim/MG - Ao lado do Clube Atlético Rodoviário
  • Instagram Cais da Bahia Capoeira
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon